domingo, 6 de setembro de 2009

* Para meditar

"Se as coisas são inatingíveis... ora! não é motivo para não querê-las... Que triste os caminhos se não fora a mágica presença das estrelas! "
Mário Quintana, poeta.

"Essa felicidade... existe, sim: mas não a alcançamos, porque está sempre onde a imaginamos e nunca a imaginamos onde estamos."
Vicente de Carvalho, poeta paulista.

"O bom não é bom se a expectativa é de melhor."
Thomas Fuller, médico e escritor inglês.

"Ações mentem mais alto do que palavras."
Carolyn Wells, escritora americana.

"O fraco jamais perdoa, o perdão é característica do forte."
Mahatma Ghandi, pensador da Índia.

"De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver crescer as injutiças, de tanto ver crescer as injustiças, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto."
Ruy Barbosa, escritor brasileiro.

Epitáfio (Titãs)
"Devia ter amado mais / ter chorado mais / ter visto o sol nascer / devia ter arriscado mais /
e até errado mais / ter feito o que eu queria fazer / queria ter aceitado as pessoas como elas são / cada um sabe a alegria e a dor / que traz no coração ( o acaso vai me proteger enquanto eu andar distraído) devia ter complicado menos / trabalhado menos / ter visto o sol se por / devia ter me importado menos com problemas pequenos / ter morrido de amor / devia ter aceitado a vida como ela é / a cada um cabem alegrias e a tristeza que vier."

Nenhum comentário: